Buscar
  • Fábrica de bolo

O que são Royalties

Atualizado: 25 de Set de 2019

Muitas pessoas que se interessam em entrar para o mundo do franchising acabam tendo dúvidas a respeito das taxas cobradas pelas franqueadoras e nesse meio, muito se ouve falar sobre a cobrança de royalties.


Entre as taxas cobradas por uma franquia, a taxa de royalty é uma das mais importantes, seguida pela taxa de franqueamento, possuindo um impacto significativo nos resultados, portanto, aprender sobre como funciona sua cobrança é primordial para analisar a viabilidade de uma franquia.


Neste artigo explicaremos tudo o que você precisa saber sobre royalties, mas primeiro, vamos começar com uma definição mais aprofundada.


O que são Royalties

O termo Royalty deriva do original em inglês “royal”, que significa algo de propriedade da realeza. De acordo com os dados históricos, os royalties eram impostos pagos pelos súditos ao rei para que pudessem continuar usando seus bens, como pontes, moinhos, etc.


No mundo das franquias, os royalties são taxas cobradas mensalmente pelo franqueador para a utilização da marca até o final do prazo do contrato. Através desse dinheiro arrecadado pelo dono da empresa, é possível investir em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos.


Principais categorias de cobrança

Existem diversos modelos de cobrança dos royalties, onde cada franqueadora pode decidir pela maneira que mais se adéqua ao seu estilo. Os principais são:


  • Percentual sobre o faturamento: esse é o modelo mais praticado pelas franqueadoras. Aqui, o franqueado paga um percentual sobre o faturamento da unidade franqueada;

  • Valor fixo: nesse modelo, a marca determina um valor fixo a ser pago pela unidade, independente do seu desempenho;

  • Percentual sobre compras: também conhecida como taxa de compra, é cobrada sobre os produtos que o franqueado adquire da franqueadora;

  • Valor mínimo: é um modelo híbrido, onde os royalties podem ser cobrados por um valor fixo ou um percentual sobre os resultados da unidade.


Royalties X Taxa de Franquia

Taxa de franquia e royalties são tributos diferentes, porém, costumam confundir a cabeça dos franqueados.


A taxa de franquia é um valor pago pelo franqueado ao dono da marca logo após a assinatura do contrato, sendo ela um valor fixo e único. Sua principal função é ajudar a cobrir os custos com prospecção e seleção de franqueados.


Cada marca calcula a taxa de um jeito próprio e define suas formas de pagamento. Além disso, elas possuem prazo de validade, ou seja, se o contrato vale por 4 anos, ao ser renovado provavelmente será preciso pagar a taxa novamente.


Tais condições estão presentes no contrato, portanto, faça uma leitura detalhada para evitar problemas.


Obrigatoriedade da cobrança

A cobrança da taxa de royalties não é obrigatória, cabendo ao dono da marca decidir se irá realizá-la ou não. Tudo dependerá do plano de negócio da franqueadora e seus objetivos, considerando questões tributárias.


A Fábrica de Bolos possui um grande diferencial em relação às outras franquias, onde, além de oferecer um suporte completo ao franqueado, produtos de qualidade para venda e a fatia de um mercado que está em constante expansão, ainda somos royalty free, ou seja, não cobramos royalties!


Nesse artigo você aprendeu o que são e para que servem os royalties cobrados pelas franquias. Através desse conhecimento, você poderá avaliar melhor as opções que forem apresentadas pelas marcas.


Agora que você sabe mais sobre os royalties, que tal aprender como abrir uma franquia com pouco investimento? Confira mais dicas como essa em nosso blog.

0 visualização
11 2385-8106

fale conosco: 

"Respeito ao próximo, vontade de

vencer e muito sabor são os ingredientes que movem a minha história de vida"

Parceiros estratégicos:

Desenvolvido por DMAIS1